... Expressividade ...

"Decifra-me mas não me conclua, eu posso te surpreender! - Clarice Lispector

Textos


Por que existem muitas situações de nossa vida que se repetem?
Elas não apenas se repetem, como a repetição pode nos gerar muito sofrimento.

Nosso caminho parece estar bloqueado e quase sempre os mesmos acontecimentos se sucedem.
Por que existe essa reedição das circunstâncias? Por que certos padrões de experiências insistem em aparecer diante de nós?
As circunstâncias que se repetem são sempre uma maneira encontrada pela sabedoria infinita da vida para nos testar.

Com essa repetição, somos impelidos a despertar certas virtudes interiores imprescindíveis ao nosso desenvolvimento espiritual e a nossa felicidade.
As experiências que se reeditam, os padrões de vivências que insistem em aparecer, as situações similares que constantemente ocorrem conosco…

Todos estes cenários nos forçam a encontrar o despojamento, a pureza e as faculdades mais profundas que estão adormecidas da alma humana.
Aquele que se vê colocado quase sempre em situações que demoram a passar, como filas longas, esperas infindáveis e outras situações semelhantes que vão se sucedendo ao longo dos anos ou décadas… esse pode estar sendo testados para desenvolver a sua paciência.
Aquele que se vê colocado quase sempre em situações onde é muitas vezes ofendido, vilipendiado, achincalhado ao longo da vida… esse pode estar sendo chamado ao exercício de sua tolerância para com os erros do próximo.
Aquele que se vê inserido quase sempre numa conjuntura de caos, brigas e confusões que vão se repetindo… esse pode estar sendo estimulado a despertar sua paz interior mesmo diante da desordem.

Aquele que se encontra imerso num cenário desesperador, onde tudo foi perdido e nada mais nos resta… esse pode estar sendo chamado a despertar sua fé mais profunda.
Aquele que experimenta quase sempre muitas barreiras na vida, bloqueios que se repetem e que o deixam cansado e fatigado de tudo… esse pode estar sendo instigado a desenvolver a sua força interior.

Aquele que frequentemente se vê em contextos de graves perdas materiais, com miséria, fome, escassez, falta, carências e privações… esse pode estar sendo forçado ao desapego.

Aquele que se percebe convivendo com pessoas que o agridem, que o golpeiam, que o querem atingir… esse pode estar sendo estimulado a desenvolver sua flexibilidade e esquivar-se dos choques.

Aquele que é atraído a relacionamentos onde é regularmente magoado, ferido, decepcionado, desapontado… esse pode estar sendo forçado a não guardar ressentimento e a aprender o valor do perdão.
Assim, esse constante retorno nos permite despertar nossos valores mais profundos; fazer aflorar os princípios primordiais e eternos da alma.

A inteligência universal continuará repetindo essas experiências até que você aprenda com elas e desperte seu potencial interior 
espiritual.
Mone TCarmo
Enviado por Mone TCarmo em 27/09/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Simone T Carmo, www.monetcarmo.prosaeverso.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras