... Expressividade ...

"Decifra-me mas não me conclua, eu posso te surpreender! - Clarice Lispector

Textos


Onde pulsa o coração se não em todos os lugares imagináveis! E pulsa o útero ao colher uma sementinha, uma vida (possível) nova.
 
Mas também pulsa o corpo para expulsar a vida...
Seja essa vida, viva!
Seja uma vida, jaz morta!
Mais seja...
 
Seja sempre vida que pulsa,
Independente de onde ela pulsa..., nem sempre o coração manda nos desejos da carne...
 
o fato de sentir o coração pulsando em qualquer parte do corpo, é sinal que vida há! Que o fogo ainda queima... Que o vulcão eclode por cada pedacinho do que és formada.
 
Se o coração pulsa,
E o corpo deseja...
Mais as emoções se confunde;
E o pecado lateja entre os meios.
Sinal que a vida e um trampolim;
E somos consequência do bom e do mau.
 
Não importa onde o coração pulsa...
O mais importante é sentir-se vivo!
 
Essa e a melhor experiência... chegarmos a idade de hoje, e ainda sentir a vibração deste vermelho órgão de sangue que bombeia sensações profanas e santificados.
 
Que grita de loucura...
As vezes, felicidade...
outras só necessidade,
Mais entenda!

Ha vida...
Enquanto pulsa, há vida á ser
vivida!
MoneCarmo
Enviado por MoneCarmo em 07/02/2018
Alterado em 07/02/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras