... Expressividade ...

"Decifra-me mas não me conclua, eu posso te surpreender! - Clarice Lispector

Meu Diário
11/11/2017 19h36
Cão Fiel.

                                   CÃO FIEL

Aqui está você
Já não pode mais parar
Onde está indo?
Se estou louco para ter você
Como eu ia saber
Que te veria de novo?

Você me confunde, não sei o que fazer
O que quero é me divertir
Eu tenho medo de gostar disso
E enlouquecer
Se isso acontecer, vou continuar
Com você aqui, como um cão fiel
Eu tenho medo de gostar disso
E enlouquecer

Estou falando sério, garota, não estou brincando
Tanto tempo passa e nada
Este desejo, não aguento
E mesmo que você me evite, continuo te desejando
Dizem que você é perigosa
Eu não ligo pra essas coisas
Diga-me o que está acontecendo
Você me deixa louco, sou um louco apaixonado, eh

Eu quero saber o quanto você vai insistir
E até onde iria por mim
Desculpe pela espera
Mas vai valer a pena quando eu estiver te beijando
A maneira como você se move, assim
Eu juro que vou me derreter
Você sabe que eu sou boa
Por mais que eu te evite, você continua me desejando

Você me confunde, não sei o que fazer
O que quero é me divertir
Eu tenho medo de gostar disso
E enlouquecer
Se isso acontecer, vou continuar
Com você aqui, como um cão fiel
Eu tenho medo de gostar disso
E enlouquecer

Enlouque-que-quecer
Não peço nada extraordinário
Só um homem de verdade
Que se jogue no barro por mim
Que troque as lâmpadas e até lave meu carro
Eu quero um cara atencioso e dedicado
Mas que não seja muito ciumento
Que na rua seja um príncipe
Mas na minha cama seja selvagem e perigoso

Você pode pedir o que quiser de mim
Eu faria qualquer coisa por você
Desculpe pela espera
Mas vai valer a pena quando eu estiver te beijando
Tenho certeza de que fui feito pra você
Eu juro que não te farei sofrer
Como te disse, querida
Por mais que você me evite, continuo te desejando

Você me confunde, não sei o que fazer
O que quero é me divertir
Eu tenho medo de gostar disso
E enlouquecer
Se isso acontecer, vou continuar
Com você, aqui, como um cão fiel
Eu tenho medo de gostar disso
E enlouquecer

Enlouque-que-quecer
Aqui está você
Já não pode parar
Onde está indo? (Oh!)
Se estou louco para ter você


Publicado por Monet Carmo em 11/11/2017 às 19h36
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
11/11/2017 19h08
Bilhetinho escrito e nunca enviado...

01/04/2017.



Hoje você e meu melhor amigo, meu único confidente, meu pai, meu irmão, meu amante, meu cúmplice ...



você sabe o que se passa dentro de minha cabeça...



você pra entender meus medos e angústias ... você conhece meus defeitos e qualidades...



Só você pra suportar junto comigo a responsabilidade das escolhas que fizemos !!



Te amo pra sempre...



Publicado por Monet Carmo em 11/11/2017 às 19h08
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
10/11/2017 00h11
Traição amigos, profissionais e amores.

Nesses ultimos meses, tenho refletido nos erros que cometo, mesmo muitas vezes tendo consciência que haverá ferida, mágoas, incompreensão, amor próprio, egoismo exagerado e fuga...

 

 

Sinto falta de olhar nos olhos e encontrar nas pessoas ao meu redor um espírito aberto para celebrar a verdade, a transparência, a resiliência, a liberdade e principalmente de reconhecer o quando o outro têm a capacidade de querer cuidar menos de si e mais de quem sente apreço, carinho, amizade, respeito e amor! Pra quem ainda esta de passagem por aqui e ainda não teve a maturidade de aceitar as perdas, os ganhos e a coragem de quebrar essas correntes e entender que a vida e muito mais que um jogo de esconde e esconde...

 

 

 

 

Me frusta as amizades que me acompanha pelos momentos de desespero que ,às vezes, me toma a alma tirando o fôlego. E o mais triste de tudo isso e saber que já não posso contar com quem pensei que jamais me deixaria parada em algum lugar, sem saber onde fica a saída. E esses são todos que conhece de alma límpida meus medos , que me ouvia falando do momento crítico do qual vivia, que me consolava com palavras bonitinhas e no repente descubro uma bela e linda traição por quem compartilhava tais medos, fraquezas, dores... E que chamava de amiga e confidente. Que escondia uma situação ou uma oportunidade que poderia ser a luz no final do túnel ou um novo brilho nos olhos opacos.

 

 

 

 

E como na vida nada e pra sempre, nada se omite por muito tempo, nada se esconde... E a descoberta é a aquela sensação do álcool na pele gelado para então subir a labareda do fogo da raiva, do rancor, do sentinento de desdém e de desrespeito por aquele que há tempos vêm te dando força pra seguir e jamais esperaria algum tipo de traição..

 

 

 

 

Eu? Eu explodo...

 

 

 

 

Não guardo nada pra amanhã... Não tento me acalmar. Eu falo o quê vêm na cabeça cheia de mágoa... E faço de minhas palavras faca afiada.

 

 

 

 

Muitas vezes peço perdão... Outras deixo pra lá... E dialogo com Deus às lágrimas se e isso mesmo que sou feita! Que tudo ajuda, que tudo se doa, que tudo compreende e se passar por tais situações repetitivamente e falta de vergonha na cara minha.

 

 

 

 

O quê fazer?? E esperar esse tal bam bam poderoso chamado tempo... Que limpar a mágoa e , às vezes, corrigi a intempestividade!

 

 

 

 

O problema está na minha essência... Não quero lêr que tenho o coração bom, que sou generosa, que sou o máximo ou fodona... Quero ser apenas eu!

 

 

 

 

Quem nunca foi traído em um relacionamento de amizade, amoroso ou profissional, meus pêsames! Você ainda não sabe nada da vida... Pra você que sabe do falo. meus parabéns por ter entendido que por mais que se tenhar tudo... Ainda assim, tua boneca me deixa mau por não ter uma igual! E só me acalmo quando estiver com boneca no banco do carona e a sensação "eh tá vendo aqui! Tbm tenho uma!", seja aquele sentimento de alivio e superioridade, à cima do outro.

 

 

 

 

Não desejo que ninguem seja igual a mim... desejo que às pessoas tirem a máscara e vivam quem elas sao de verdade...

 

 

 

 

Tento ser de verdadeira comigo e transparente com o outro, que nem sempre está preparado pra ser tratado assim. E nesse instante e que afasto Gente, crio inimizade... Assim como também faço chegar ao meu redor fiéis escudeiros que me traz sorriso, fé, verdade e respeito.

 

 

 

 

Isso me basta!

 

 


Publicado por Monet Carmo em 10/11/2017 às 00h11
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Olhaelasendopoesia ) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
08/11/2017 23h35
Silvio Thadeu ou Silroad Saxman

Hoje, completaria 13 anos de tua primeira chegada em Belém, onde aprendi a ver a vida sob o prisma de tuas ânsias de enfrentar o limite da arte em viver...

Deixaste esse mundo, como quem acorda de um sonho erotico. Coração pulsando a mil, corpo teso. Porém, o sangue quente diluiu tuas veias e o coração ja não pulsa mais!

 


Publicado por Monet Carmo em 08/11/2017 às 23h35
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
08/11/2017 23h23
Leandro Karnal - A visão ateísta sobre a fé.


Publicado por Monet Carmo em 08/11/2017 às 23h23
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.



Página 5 de 88 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras