... Expressividade ...

"Decifra-me mas não me conclua, eu posso te surpreender! - Clarice Lispector

Meu Diário
11/05/2017 12h15
Isso se chama abstinência

Isso se chama abstinência!



No começo tudo fica difícil, o pensamento se perde... O saber que a distância agora existe e é real... Já é um fato! E faz da nossa mente morada do " e se " . Mas repare...



A vida precisa seguir, temos caminhos diferentes, temos vidas diferentes, temos pensamentos diferentes. Porém, temos desejos, fantasias, vontades iguais. E é só por isso que somos esse vício um pro outro...



E não ha sentimento que sustente esse vício sempre no limite de nos, afinal, sempre haverá um mais intenso... Um mais visceral e transparente com o que sente do que o outro!!



O tempo e o movimento da vida ajuda a entender que tudo passa, mais não se esquece jamais!



E como aquela velha frase:



" nem todas às pessoas que lhe trouxeram momentos bons, ficarão em sua estrada ou ao alcance de seus olhos"



E a mas pura verdade!! Eu vim pra acender o fogo da vida que existia em ti... Agora, cuide dessa chama... Faça dela a luz e o calor para seus melhores momentos.



Por enquanto, seguimos em caminhos distintos... Vamos deixar a saudade ser construída!!



Publicado por MoneCat em 11/05/2017 às 12h15
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
10/05/2017 22h53
FIM

🎶🎶🎶🎶🎶🎶🎶🎶🎶🎶🎶🎶🎶🎶


Publicado por MoneCat em 10/05/2017 às 22h53
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
10/05/2017 22h18
Mexeu comigo - Tiê

Letra perfeita...

 

Foi muito mais do que eu queria
Foi bem mais forte
Durou muito mais que um dia
Mesmo assim
Quem ia imaginar?

E eu que andava tão sozinha
Virei de canto, olhei
E segui na minha intenção
Quem vai me julgar?

Eu posso me enganar
Que agora não dá tempo
Que agora tanto faz
Que é hora de esquecer
E de me conformar
O que um dia já foi meu
Agora não é mais

Você veio e mexeu comigo
Depois disse que era apenas um amigo
Quem você quer enganar?

Você pode até tentar
Mas isso não tem jeito
Quem vai acreditar?
Difícil convencer
Que você não quer mais
Foi num piscar de olhos
Nem pude olhar pra trás

Então vou me enganar
Que agora não dá tempo
Que agora tanto faz
Que é hora de esquecer
E de me conformar
O que um dia já foi meu
Agora não é mais

Então vou me enganar
Que agora não dá tempo
Que agora tanto faz
Que é hora de esquecer
E de me conformar
O que um dia já foi meu
Agora não é mais

Você veio e mexeu comigo


Publicado por MoneCat em 10/05/2017 às 22h18
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
10/05/2017 22h07
Imaginei sim...

Imaginei por várias vezes nos dois nus andando pela casa... E agora eu visto essa saudade que traz um frio que petrifica minhas lágrimas.


Publicado por MoneCat em 10/05/2017 às 22h07
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
10/05/2017 21h45
Recepcionando a saudade...

Quando se inicia uma mudança onde o sempre e nesse agora! E no som, vêm todas as músicas que foram a trilha sonora de minha permanencia aqui, meus pensamentos borbulham...

Tô muito cansada pra continua à encher a mala. Me deixe adormecer sob minhas lembranças  para recepcionar a saudade...

 

 


Publicado por MoneCat em 10/05/2017 às 21h45
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.



Página 5 de 78 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras