... Expressividade ...

"Decifra-me mas não me conclua, eu posso te surpreender! - Clarice Lispector

Meu Diário
27/12/2017 22h52
Galáxia

Se imagine como uma galáxia. Nela, existem milhares de estrelas, sistemas solares, planetas, asteróides, seres com e sem vida, e no meio disso tudo, inúmeros terrenos que ainda são desconhecidos. Ao mesmo tempo que você carrega muita luz, também tem consigo muita escuridão. Exatamente como uma galáxia. E isso é a melhor coisa que um ser humano pode oferecer ao mundo. Ele mesmo. Apesar de todas as nossas cicatrizes e os nossos defeitos.



Então, se por algum acaso algumas pessoas se perderem na sua caminhada, tenha certeza de uma coisa: não foi sua culpa. Você é e sempre foi o suficiente. E sempre vai ser. Talvez a pessoa que se perdeu de você tenha encontrado outros caminhos que ela precisava seguir.



Talvez você encontre o seu caminho daqui a um mês, uma semana. Mas não tenha medo, por favor. O medo te paralisa. Te afasta de tudo aquilo que pode ser bom. Te afasta das pessoas.



As nossas inseguranças e angústias são inevitáveis, mas elas só machucam a nós mesmos. Então, por favor, seja a melhor galáxia que você puder ser. Mas saiba que você sempre será única mesmo que existam tantas outras galáxias no universo.



O brilho de outra galáxia não anula o da sua.



Publicado por Monet Carmo em 27/12/2017 às 22h52
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
27/12/2017 20h06
🤡

🖕🖕🖕🍀🍃🍀2018☘🍃🍀☘🖕🖕🖕


Publicado por Monet Carmo em 27/12/2017 às 20h06
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
27/12/2017 19h36
A cartomante...

... Tire uma carta, disse a cartomante! E ao virar...



Terás um casamento de conto de fadas! E então, pedi pra ela acordar!



Publicado por Monet Carmo em 27/12/2017 às 19h36
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
26/12/2017 18h50
Sex And The City.

Nenhuma mensagem, nenhuma chamada perdida, nenhum sinal de lembrança. As horas passam e nada muda, as folhas continuam nas árvores, as crianças brincando no parque, casais sentados nos bancos mostrando o amor através dos atos. A vida que se passa fora da janela do meu quarto é bem mais bonita do que a minha. Talvez seja por que a maça do vizinho sempre é mais vermelha. A gente não sabe o que se passa por trás daquele casal e nem sabe se aquela criança é feliz. Talvez você não tenha coragem de me ligar, ou talvez tenha me esquecido, me mostrando que devo fazer o mesmo

- Sex And The City


Publicado por Monet Carmo em 26/12/2017 às 18h50
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
26/12/2017 15h10
Diário de Anne Frank

✏✏✏✏✏✏✏✏✏✏✏✏✏

 E apesar de rir e fingir que não me importo, eu me importo sim. Tem dias que gostaria de ser diferente, mas isso é impossível. Estou presa ao caráter com qual nasci, e mesmo assim tenho certeza de que não sou má pessoa. Faço o máximo para agradar a todos, mais do que eles suspeitariam num milhão de anos. 

O Diário de Anne Frank.


Publicado por Monet Carmo em 26/12/2017 às 15h10
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.



Página 4 de 101 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras