... Expressividade ...

"Decifra-me mas não me conclua, eu posso te surpreender! - Clarice Lispector

Meu Diário
16/05/2018 14h12
Meu corpo e aberto...

Corpo aberto e o que tenho!



Aberto à felicidade e as maldade...



Corpo aberto para entregas e recebimentos de erros e acertos...Corpo aberto para falhas e crenças em almas que vagam por esse agora chamado vida! Corpo aberto para receber sonhos que não são meus, desejos que não são meus e realizadora do impossível dos outro...



À mim, só resta essa alma aberta, esponja de tdo sentimento que levanta e derruba! A Sorte, que não afundo nos rios e oceanos alheio por muito tempo...



Submerjo quando todos pensão que eu desistir de continuar a fazer o bem para quem meu coração tocar e minha alma brilhar... Mesmo quê eu Caia mil vezes, serei sempre aquela que se satisfaz com a felicidade que não me pertence mais que cabe na alma de outra gente...



Publicado por Mone TCarmo em 16/05/2018 às 14h12
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Simone T Carmo, www.monetcarmo.prosaeverso.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
15/05/2018 10h30
Luz violeta...

A luz violeta consegue se comunicar com todos os chakras, com todas as partículas de matéria e transmutar tudo aquilo que não é divino em você, ou seja, sentimentos de mágoa, raiva, tristezas acumuladas, arrependimentos, dores da alma mesmo, conseguimos transmutar com sua utilização.



Então, recomendo a todos a mentalização diária com a luz violeta, porque ela capaz de percorrer todo o seu ser, em todos os níveis e dimensões, por ser a cor que tem a frequência mais alta, ela alcança cada célula do seu organismo, a alma, a mente, tudo é percorrido pela luz violeta e consegue se combinar bem com ela.



Publicado por Mone TCarmo em 15/05/2018 às 10h30
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Simone T Carmo, www.monetcarmo.prosaeverso.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
14/05/2018 23h06
Bruxa!! ... sim, sou Wicca...

é como chamam por aí…
As insubordinadas, divergentes, antenadas.
Sábias, ditas loucas… profundas, espiritualizadas.
As perigosas…
Mulheres que lutam…contra preconceitos, ignorância, machismo, opressão, violência, exploração.
Mulheres que amam, sem medo de parecerem impuras, se envolvem, se entregam, se rendem…verdadeiramente femininas…
Mulheres que cuidam, dos próprios filhos, dos filhos de todos, das chagas de muitos, das milenares e desprezadas tradições originais, da fé, da natureza, dos conhecimentos intuitivos, marca que jamais deveria ser apagada…
Mulheres que guardam…em si, o poder de gestar, de nutrir, de guiar…a vida!
Mulheres que preservam…as últimas chances do mundo sobreviver ao caos…os saberes simples das ervas, da compaixão, do respeito a toda Criação Divina.
Sim…as guardiãs de tudo que é digno e eterno… tão bem resolvidas.
Que despertam amor e ódio.
Mulheres que servem…e vivem à amparar umas às outras, totalmente descrentes da subcultura da competição.
Mulheres que estudam, lêem, observam, questionam, argumentam, se impõem…
Mulheres que sofrem…por não se ajoelhar ante à repressão dos sistemas…
Mulheres fantásticas, surreais, feiticeiras, endiabradas, filhas do mal?
Não…mulheres como vocês e eu.
Foram perseguidas e queimadas e ainda são amordaçadas…eram mulheres…eram irmãs, são BRUXAS! E devem meter muito medo…
E você? As teme? Ou é uma delas?

Gi Stadnicki

 


Publicado por Mone TCarmo em 14/05/2018 às 23h06
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Simone T Carmo, www.monetcarmo.prosaeverso.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
14/05/2018 19h05
Desnecessários

😶😶😶😶😶😶😶😶😶😶


Publicado por Mone TCarmo em 14/05/2018 às 19h05
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Simone T Carmo, www.monetcarmo.prosaeverso.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
 
14/05/2018 19h01
Proteção de sí mesmo...

" Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada. Mais dizei uma só palavra e serei salvo! ".

 


Publicado por Mone TCarmo em 14/05/2018 às 19h01
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Simone T Carmo, www.monetcarmo.prosaeverso.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.



Página 10 de 128 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras