... Expressividade ...

"Decifra-me mas não me conclua, eu posso te surpreender! - Clarice Lispector

Meu Diário
07/06/2018 15h41
Carta para uma jovem suicida! (+07/06/18+)

Ninguem entende as dores que um sorriso esconde, ninguem para pra perguntar (eu posso te ajudar? Te ouvir  pelo menos?) So essa menina linda sabe o peso de seu coração e de sua alma! E não a julgo... pois tenho tido os mesmos cansaços! E tenho tudo, uma casa, mãe e irmãs e irmãos que me amam... mais me falta compreender o quê faço de mim mesma quando confio mais no outro e se aproveitando disso, me tiram tudo! Sonhos, desejos, coragem. A gente cansa de ser forte! A gente cansa de cair, cair, cair e levantar e acreditar que será diferente e nunca é! E alguém diz, isso e falta de Fé! Procura um psiquiatra, faz terapia... Mais ninguem te abraça e diz eu te perdoo e me perdoe tbm! Ninguém te olha nos olhos e diz, vamo lá! Vou te ajudar a mudar isso.. Fé em Deus e no espírito santo é enorme, (então não e falta de Fé), psiquiatra ou fazer terapia (logo eu que falo tudo, que as vezes falo ate demais... logo eu que dizem que falo sem pensar, que grito qndo dói, que digo que amo qndo sei que os olhos de pena me amar me devora a alma... mesmo assim falo!?

Quem tira sua própria vida e quem é forte, e quem têm em si uma confiança gigante em Deus e no ser humano.... por isso, nao julguem! Nao julguem nossa dor do mundo, no cansaço em querer ser melhor, em fazer o impossível para todos viverem bem, sorrindo, trabalhando, vivendo... enquanto a gente ta ali parada olhando tudo, às vezes,  com orgulho, felicidade e amor por ser contribuidora da realização e satisfação de quem amamos... e por sermos assim, ninguem pergunta (vc ta bem? Vamo conversar um pouco? Vc faz tudo por tdo mundo, e eu posso fazer algo por vc?) ...

Poderia ser uma amiga pedindo orações pra minha alma!

Mais os olhos dessa menina e igual a todos os olhos de quem vive muito pra tdo mundo e pouco pra si mesmo... e um brilho de quem quer sim viver tdo de uma vez e têm pressa disso....eu te entendo alma amiga e não te julgo... a diferença e que me seguro... porém, já não me iludo... e assim... a gente desacelera e tdo perde a graça!

Não adianta falar, mais e os filhos? Filhos são pro mundo... e filhos não prende almas inquietas por vida... às vezes.

Somos pássaros presos em gaiolas de nós mesmos...
.
.
Desculpem! Mas tbm não me julguem...
.
.
Papai do céu e a virgem santíssima te acolherá alma amiga... siga a luz..

 


Publicado por Mone TCarmo em 07/06/2018 às 15h41
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Simone T Carmo, www.monetcarmo.prosaeverso.net) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras