... Expressividade ...

"Decifra-me mas não me conclua, eu posso te surpreender! - Clarice Lispector

Áudios

Cuidar do que é normal sentir e mais fácil.
Data: 19/11/2017
Créditos:
Texto e voz: Monet Carmo
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Sem que me desse conta fui desistindo depois de vestir a armadura de quem não acredita mais em ninguém.

E por medo de um próximo arranhão proclama e declamo versos boêmios... Meu & Pra mim ( Tu ja não cabe aqui!)

E saio pela madrugada a fora, sem rumo para encontrar onde me deixei. Onde estava naquela festa? Porquê fui? Porquê comecei tudo? Culpa minha, só minha!

Então, se desistir é sinal que deixei de acreditar em algo, em sentimentos, em promessas que inventei ou imaginei ouvir.

Não existe nada de pior do que desistir de algo que se quis tanto! Que se cercou de tanto cuidado! Que revelou tantos segredos no intuito de liberar emoções, resignar-se de culpas que nunca foram reais, de ver leveza ao sentir um abraço tão apertado...

Decidir desistir por mim que nada tenho; que não há coisas, sentimentos ou pessoas que me faça enfrentar...

Nesse instante uma parte importante de quem deixei de ser passou a definir todas as partes de quem serei daqui pra frente!

E decidir não ser mais de ninguém; Optei por ser de quem quer quê seja, que queira ficar e recomeçar. Mesmo sabendo que já não acredito em amores, paixão e desejos. Acredito apenas em necessidades de realizar-se em um prazer de algumas horas.

Fria...
Quente...
ferida...
curada! (Eu acho...)

Ser batizada de uma possível opção de futuros, que nada se sabe - E a coisa mais horrivel de ouvir, de processar na mente, aceitar e NÃO EXPLODIR DE RAIVA!

Opções são sentimentos defeituosos que ignoramos cuidar, porquê são feios... porquê te exige uma dedicação maior e coragens absurdas!

"" Cuidar do que é normal sentir e mais fácil, pois está no automático... ""

Além de ser mais fácil também de empurramos com a barriga e ir vivendo como dá!

Abstinência de um processo de desapego de algo ou alguém é sufocante! Pois havia um costume que já não há mais! E então nada mais vai ser igual, nem mesmo o próprio momento em que desisti, será!

Se desisto, tenho de estar preparada para algo diferente.

A mudança não me permite voltar atrás. Ela me força construir um novo recomeço.

Bem vindo.!

Seguimos em frente...
Enviado por MoneCarmo em 18/11/2017

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Elasendopoesia) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.



Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras