... Expressividade ...

"Decifra-me mas não me conclua, eu posso te surpreender! - Clarice Lispector

Áudios

Há silêncios aqui dentro...
Data: 26/12/2016
Créditos:
Autoria e Voz: MoneCarmo
Música: Whisky, Mystics And Men - 06 - The Doors
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (MoneTCarrmo) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.


Há silêncios aqui dentro...

Enquanto escuto vozes nas paredes do outro lado.
            Sorrisos de criança... adultos falando alto... Cachorro latindo, uma felicidade aparentemente boa! Sim, precisamos de mais verdades felizes que mentiras felizes! No caso da parede ao lado não sei identificar qual o tipo dela...

Aqui há verdades... Só verdades entre eu, a garrafa de vinho pela metade e a taça cheia... Sobre a mesa frutas natalinas lembrando a casa de minha mãe... E ao invés de pratos e quitutes meu leptop onde há minhas mentiras e minhas verdades.

Celular desligado...

Uma solidão que abraça e me acaricia a alma... toquinho, Vinicius, familia Caymmi, Elis, The doors, Nina Simone, Adele, Metálica...
             Minhas verdades sobre a solidão e a paz de circular só de regata branca pela casa descalça... Que ao sinal de iniciar uma música um balanço no corpo e um beijo na taça e o vinho adentrando a garganta deixando um doce aveludado que brota desejos...
  
   (... ) E por falar em saudade, aonde anda você, aonde anda teus olhos que a gente não vê... Aonde anda esse corpo, que me deixou louco de tanto prazer... (...)

Enquanto Vinicius canta, me pego dançando... me balançando... sorrisos!
                   De repente fecho os olhos e tento ignorar o falatorio da felicidade da parede ao lado... E te vejo!

Volto a música...
            Teu corpo atrás do meu, tuas mãos me abraçando, tua respiração no meu pescoço... meu traseiro roçando teu sexo, a taça de vinho na mão, o sofá aguardando  o tombo ...

E desperto do transe...
A bendita felicidade da parede  ao lado, parece que papai noel chegou!

E começa Jim Morrison me trazer pra realidade deste agora... Tomo um gole de vinho, abraço a garrafa
deito-me sem jeito e eufórica por desejos.

Volto a mergulhar em meus silêncios... E recordo os momentos...

O vinho... 
    A taça...
                       S
I             L              E
                      C             I          O        S.


    
Enviado por MoneCat em 24/12/2016

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (MonetCarrmo) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.



Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras